Motokando.com

Destaque


Cobertura do Salão Duas Rodas 2013

Compartilhe

Publicidade


Receba as novidades Motokando.com em seu email!

Mapa do Site

Todas as matérias

Publicidade
Yamaha XTZ 250 Lander 2009 Imprimir E-mail
Motocicletas - Quatro Tempos
Publicado por motokando.com   
Qui, 05 de Fevereiro de 2009 17:27

Lander 2009 -  XTZ 250 2009O modelo deu a volta ao Mundo em 90 dias nas mãos do aventureiro da Paz, Rodrigo Fiúza, recebeu novos grafismos, novo catalisador e sensor de O²


A Yamaha XTZ 250 Lander é uma motocicleta adiante do seu tempo, que surpreende no desempenho esportivo sobre qualquer terreno. A XTZ 250 é uma motocicleta versátil que transpõe os obstáculos do dia-a-dia, com conforto, robustez e economia, uma verdadeira injeção de adrenalina. A XTZ 250 é confiável e tem uma aparência elegante com equipamentos sofisticados.

 

XTZ LANDER 2009

Para o desenvolvimento do modelo a engenharia da Yamaha partiu de algumas premissas sem poupar esforços; uma particularidade da XTZ 250 está em romper com a tradição Yamaha de veículos off-road e criar um produto nesse segmento com excepcional estabilidade e dirigibilidade para ser utilizado com conforto, nos deslocamentos urbanos onde geralmente a pavimentação e lombadas são obstáculos a serem transpostos.

 


Em seu projeto foram aplicados os mesmo conceitos utilizados para o desenvolvimento da XT 660R, porém em uma motocicleta de menores dimensões e com um comportamento dinâmico otimizado para o uso urbano.


Como sua irmã street YS 250 Fazer, a tecnologia e know-how empregados são os mesmos utilizados nas Yamaha YZF-R1 e YZ 450F que fazem uso do pistão forjado e cilindro com revestimento cerâmico - maior resistência e melhor dissipação do calor.


Seu propulsor é um monocilíndrico, quatro tempos, OHC (comando de válvulas no cabeçote) de exatos 249 cc que desenvolve 20,8 cv a 8.000 RPM e 2,09 kgf.m de torque a 6.500 RPM, comandando por um eficiente sistema, a ECU (Unidade de Controle Eletrônico), que monitora e analisa as informações de dez sensores e transmite os comandos aos vários sistemas, para que funcionem de forma ideal para atender às mais diferentes condições de pilotagem, como por exemplo, o sensor de ângulo de inclinação que é usado para interromper a injeção do combustível quando houver uma inclinação da motocicleta superior a 65 graus.


A Injeção Eletrônica aliada ao AIS (Sistema de Indução de Ar) - um dispositivo no qual através de válvulas interligadas com o filtro de ar, injeção, cabeçote e catalisador asseguram menores emissões de gases poluentes.


A alimentação por injeção eletrônica resulta num funcionamento muito mais eficiente do motor, tornando a XTZ 250 mais econômica em razão da melhor queima do "combustível", além de permitir respostas rápidas em quaisquer regimes de giro.


O conjunto mecânico ainda conta com outros componentes que colaboram para a segurança, robustez e qualidade dos componentes da XTZ 250, como; engrenagem compensada com mola amortecedora instalada na extremidade direita do eixo balanceador, engrenagens das 5 marchas reforçadas, caixa de filtro de ar com grande capacidade (3,5 litros) para um melhor funcionamento do motor em baixas e médias velocidades.


O tanque de combustível tem capacidade para 11 litros com tratamento em zinco - anticorrosão. As rodas com aros em aço levam pneus Metzeler de 80/90-21 M/C 48S na dianteira e 120/80-18 M/C 62S na traseira.


O assento comporta duas pessoas com muito mais conforto, o painel de instrumentos acomoda um único mostrador de Cristal líquido multifuncional com hodômetro total e dois parciais (TRIP-1 e TRIP-2), mais hodômetro do combustível (F-TRIP), indicador do nível de combustível, relógio e conta-giros, também digital, além de leds; indicador do neutro, farol alto, luz de direção e alerta do motor.


A XTZ 250 no uso em perímetro urbano oferece vantagens como; ótimo torque, respostas precisas e excelentes retomadas. Em velocidades mais elevadas ou mesmo em velocidade de cruzeiro, com piloto e garupa de estatura mediana, a velocidade final fica um pouco acima da velocidade máxima de 120 km/h permitida na maioria das rodovias nacionais.


Seu chassi é do tipo semi-berço duplo. A suspensão dianteira reforçada do tipo telescópica tem curso de 240 mm, enquanto a traseira, Monocross, tem 220 mm de curso. Os freios têm alto poder de frenagem, na frente leva um disco com 245 mm de diâmetro e pinça com dois êmbolos, na traseira tem um disco de 203 mm de diâmetro.


A XTZ 250 é a motocicleta ideal para o transporte pessoal, no trabalho, no lazer, para os motociclistas em deslocamentos na cidade, área urbana e estradas ou no off-road em trilhas. O modelo está disponível na Rede Autorizada Yamaha, ao preço público sugerido posto Manaus, Amazonas, de R$ 12.331,00 - incluso óleo, nas cores azul, vermelha ou preta. A XTZ 250 também pode ser adquirida por meio do consórcio Yamaha Motor em até 72 parcelas de R$ 234,87, sem juros.


A XTZ 250 Lander está em acordo com as normas previstas para a Fase III do Promot - em vigor a partir de janeiro de 2009, a qual tem por objetivo a diminuição na emissão dos gases poluentes no meio ambiente, especificamente dos ciclomotores, motociclos e similares.


As motocicletas Yamaha têm um ano de garantia, sem limite de quilometragem. A Yamaha conta atualmente com uma rede de 488 Concessionárias Autorizadas Yamaha.


XTZ 250 Lander, 92 mil km percorridos ao redor do Mundo em três meses


Com um projeto lançado em 2002, chamado "Caminhos da Paz", o mineiro Rodrigo Fiúza, 33, busca levar uma mensagem de união e solidariedade aos governantes dos países visitados, fornecendo sempre algum auxilio a população local. O projeto já soma 36 países visitados com mais de 10 toneladas de alimento distribuídos.

 

XTZ LANDER 250 2009

 


Sua última aventura, neste sentido, teve início no começo de junho, quando saiu de Lisboa, em Portugal, a bordo de uma Yamaha XTZ 250 Lander para uma volta ao mundo. Com o reconhecimento do governo brasileiro e da UNESCO, o objetivo foi o mesmo, ou seja, promov