Motokando.com

Destaque


Cobertura do Salão Duas Rodas 2013

Compartilhe

Publicidade


Receba as novidades Motokando.com em seu email!

Mapa do Site

Todas as matérias

CG FAN x YBR FACTOR: Teste Comparativo: Honda CG 125 FAN contra Yamaha YBR 125 Factor Imprimir E-mail
Motocicletas - Quatro Tempos
Publicado por motokando.com   
Qui, 19 de Março de 2009 21:47

A Revista Duas Rodas realizou um teste comparativo entre as duas populares mais rivais do mercado nacional, de um lado a CG 125 Fan e do outro lado a YBR 125 Factor. O teste da reviste se mostrou muito detalhado e não foi nada discreto ao mencionar com todas as palavras que a grande campeã do comparativo foi sem dúvidas a YBR Factor. Confira o comparativo.

 

 

Agora fica mais clara a estratégia da Honda apresentando a CG 125 Fan com carburador e sem os detalhes estilísticos da Titan. A maior montadora de motocicletas do Brasil precisava de um produto barato para fazer frente à rival Yamaha Factor 125. Isso porque a CG 150 Titan, com freio a disco e partida elétrica, custa quase R$ 2 mil a mais que a Factor com partida elétrica. Muito em se tratando de um segmento onde os valores oscilam entre R$ 5 mil e R$ 6 mil (uma Titan completa custa 36% mais que a Factor básica). É por este motivo que a Honda entra no jogo com dois modelos, a Fan e a Titan. A Yamaha, apenas com a Factor, tem que se virar. São três versões da Factor, que começam em R$ 5.140 (K, básica), passando pela versão E por R$ 6.210 (com partida elétrica) e a ED por R$ 6.585 (partida elétrica, freio a disco e roda de liga leve). Na Fan, sua concorrente direta, são duas as versões: KS (básica, R$ 5.140) e ES (partida elétrica, R$ 5.590).

DUAS RODAS reuniu as rivais, frente a frente. E nas configurações que mais devem agradar o público. Com freio a tambor (e infelizmente a Honda não terá freio a disco, nem como opcional) e partida elétrica, a Fan ES enfrentou a Yamaha Factor E (com o mesmo pacote de freio a tambor e partida elétrica). Na hora de assinar o cheque, o modelo da Honda salta à frente. Custa aproximadamente R$ 300 a menos (levando em conta o custo do frete), diferença que pode ser decisiva na hora da compra, mas que será diminuída mais à frente, como veremos.

E não precisa ser especialista de plantãopara descobrir que a Honda Fan é extremamente básica. Os acessórios ausentes que saltam aos olhos no modelo 125 da Honda são o cavalete central, a trava de capacete, o lampejador do farol, o marcador de combustível, o botão do "engine stop"... A Yamaha Factor traz tudo isso de série. E continua bem mais completa que a Fan se estendermos a comparação de equipamentos. Fizemos este teste. Papel e caneta na mão e check-list do que gostaríamos de ter em qualquer 125do mercado. E por mais básicas que elas possam parecer, a Fan é um extremo na categoria. Até a tampa da caixa de ferramentas (um plástico com formato triangular com não mais de 6 cm quadrados) foi descartado por uma questão de economia. Não há sequer um elástico (como na Factor) para prender o saco de ferramentas que, somente jogado dentro do compartimento sem tampa, pode vir a ser uma fonte de ruído no futuro. Não que o modelo da Yamaha seja uma versão completíssima, mas a pobreza de acessórios da Fan é que chama a atenção. Aboliram dela até o acabamento da mesa inferior, nas bengalas sob o farol (que na Titan antiga era composto pela nomenclatura "HONDA"). Nossa equipe técnica avaliou mais de 15 detalhes entre acabamento e funcionalidade (como o acionamento da torneira de combustível ou do afogador do carburador) e chegou à conclusão que ou a Fan é muito cara, ou a Factor oferece muito mais pelo que custa. Adiferença de R$ 300 aproximados a favor da Fan no momento da compra não justifica sua enorme ausência de acessórios.

Pode parecer preciosismo, mas um comparativo a fundo, como este que fizemos em relação aos equipamentos, é o espelho do que você, usuário, vai perceber no uso diário deste tipo de motocicleta. A falta de cavalete central, por exemplo, pode ser uma tremenda dor de cabeça na hora de uma manutenção rápida, como regular um freio traseiro. Ou pior, para quem tem de acomodar milhares de bugigangas em um baú, como fazem os motoboys. A falta da trava de capacete também é um enorme incômodo, assim como o marcador de combustível. Quer mais detalhes? A Fan nem oferece regulagem do freio dianteiro no manete (somente no tambor, junto ao cubo da roda). E é comum vermos os profissionais de duas rodas regulando os freios enquanto aguardam a abertura do semáforo. E para regular a folga da corrente, por exemplo? A Factor, além do cavalete central, já lembrado, precisa de três chaves: uma 17 mm, outra 19 mm e uma 12 mm. Na Fan, o processo é parecido, mas precisamos de quatro chaves: 17 e 22 mm para o eixo da roda, uma 10 e outra 12 mm para movimentar o esticador em si (na Factor a porca e a contra-porca usam a mesma ferramenta, 12 mm). Detalhes que podem parecer exagero, mas fazem diferença para quem usa a motocicleta no trabalho e cuida pessoalmente (ou acompanha) da manutenção. O ponto negativo da Factor, neste sentido, é a torneira de combustível que fica "embutida" na carenagem dificultando seu manuseio pelo piloto que usa luvas. Quanto ao garupa, a Fan oferece o melhor apoio para as mãos mas perde em relação às pedaleiras que são fixadas diretamente na balança da suspensão traseira, flexionando as pernas do garupa ao menor sinal de buraco ou imperfeição no solo.

Tecnicamente elas são parecidas. Tanto em potência e torque, quanto em transmissão, freios e chassis. O que as diferenciam são exatamente os detalhes. E vale recorrer à história. A YBR é um projeto mais novo e que nasceu para ser a representante da Yamaha na categoria 125 utilitária. A Fan é o renascimento da CG, quando a Honda equipou seu best-seller com motor 150. O mercado não abriu mão de um modelo 125 cc e a marca voltou, com a Fan, a oferecer o que o segmento exigia. Então, empobreceram a Titan, deram-na um novo nome e um motor de 125 cc. E aqui cabe mais um detalhe. A partir deste ano, a Fan passa a ter o mesmo propulsor da Titan, só que com 125 cc de cilindrada. Com isso, adota definitivamente o comando de válvulas no cabeçote, um pesadelo para a grande maioria dos usuários profissionais, que sofrem por desinformação.

Na prática, o comando de válvulas no cabeçote é mais moderno e avançado que o arcaico sistema de acionamento por varetas. E por este motivo (menor atrito interno), a arquitetura OHC foi adotada inclusive para ajudar na menor emissão de poluentes e para melhorar o consumo de gasolina.

Por falar em consumo, talvez o fator mais decisivo numa compra desta categoria, a vantagem continuou com a YBR Factor. Em condições idênticas, chegou à marca de 41,5 km/litro contra 34,5 km/litro da Fan. O melhor rendimento do motor da Yamaha anuncia seu bom índice de consumo. Explicamos: estas marcas foram conseguidas em estrada onde, por várias vezes, a Fan "pedia" quarta marcha, enquanto a Factor mantinha a velocidade (projetamos entre 80 e 90 km/h) em quinta marcha. Com o motor em alto giro, o consumo da Fan foi prejudicado. De qualquer maneira, são modelos extremamente econômicos, capazes de rodar mais de 100 km com pouco mais de R$ 5.

Para o tira-teima final, colocamos as duas motocicletas nas mãos de dois usuários tradicionais de motos 125 cc. Guilherme Silveira, editor da revista Hot Car, é piloto de carteirinha deste segmento e Carlos Camargo, motoboy que dispensa maiores apresentações (já chegou a rodar mais de 300 km por dia na cidade sentado a bordo de uma utilitária). Foram eles que usaram e abusaram da Fan e da Factor em uma avaliação pelas ruas congestionadas da cidade, onde foi possível comparar a performance das rivais. Não usamos nenhum equipamento de teste, apenas as impressões diretas dos usuários, a fim de refletir o dia-a-dia deste tipo de consumidor. Na prática, acendeu o verde do semáforo, acelera! Entrou carro na frente, freia. Deu uma brecha na fila ao lado, retoma a velocidade. E assim foi feito. Em todas as comparações de performance, a Factor disparava um pouco à frente. Assim foi feito nas saídas de farol e nas retomadas de velocidade, provas repetidas várias e várias vezes. "Achei o motor da Factor um pouco mais esperto, porém mais ruidoso em altas rotações", disse Guilherme Silveira. E completou: "Na Factor me senti mais à vontade, ela entra nas curvas quase que por instinto". O profissional Carlos Camargo também elogiou o comportamento do modelo da Yamaha. "A Factor é mais gostosa da pilotar". O que nenhum dos dois aprovou foi o freio dianteiro a tambor. "É um perigo andar com uma moto com freio a tambor", justifica Camargo.

Para finalizar, não há como elevar a Factor ao título de campeã deste comparativo. Ela é a mais completa, de melhor dirigibilidade e condução, segundo nossos pilotos e usuários, e a única a oferecer a opção de freio a disco na dianteira, na versão ED (que, com rodas de liga leve, custa R$ 450 a mais que a E, avaliada nesta reportagem). No caso da Honda, se você optar pelo freio a disco, terá que "pular" de modelo, indo para a Titan 150. E preparar um bom punhado de Reais a mais. Seria o momento da Honda repensar o preço da Fan, ou equipá-la melhor? Isso o mercado irá responder.

Opinião: Cícero Lima

Testei a Honda CG 125 Fan e a Yamaha YBR Factor no meu roteiro diário de Atibaia (SP) à capital. Queria conferir a diferença de desempenho nas duas serras que enfrento no caminho. Aliás, nessa situação, surgiram as maiores diferenças de desempenho entre os modelos. Nas subidas a Yamaha conseguia manter a última marcha enquanto o velocímetro marcava 85 km/h e seu motor rodava macio. No dia seguinte percorri o mesmo trecho com a CG Fan que mostrou comportamento bem diferente. Era necessário reduzir para quarta marcha e, com o motor girando alto, o velocímetro estava cravado nos 80 km/h. Ao fazer as medições de consumo, essas diferenças de desempenho se transformaram em maior gasto com a CG para percorrer o mesmo trecho.

 

 

 

 

A YBR Possui cavalete central e lateral. A CG Fan possui apenas lateral.

 

 Tabela de acessórios

 Ítem CG                   YBR
   
 Regulagem dos freios pior                  melhor
 Apoio para mãos do garupa melhor             pior
 Trava de capacete  ND                   de série
 Ganchos para bagagem pior                  melhor
 Painel                                                pior                  melhor
 Punhos     
 pior                  melhor
 Acionamento do afogador   
 pior                  melhor
 Acionamento da torneira
 melhor             pior
 Lampejador de farol 
 ND                   de série
 Pedaleiras traseiras
 pior                  melhor
 Estojo de ferramentas pior                  melhor
 Cavalete central 
 ND                   de série
 Trava de guidão pior                  melhor
Marcador de combustível 
ND                  
de série

 

 Fonte: Revista Duas Rodas

http://www.revistaduasrodas.com.br/esporte/detalhes.aspx?id=523

 

Comentários (331)
Marcar como SPAM fan é mais moto
331 Qua, 10 de Dezembro de 2014 22:34
hornet
factor é lixo so pq tem uns itens de serie. vc cuase nao ve rodando por ai.e fan anda muito original, se por um comandin 320 intao SMILEYS_KAKAKA_JJ
Marcar como SPAM Yamaha é a melhor categoria!
330 Qui, 20 de Novembro de 2014 16:03
Fabricio Silva
Eu já sabia que a Yamaha foi e sempre será a melhor marca do mundo.
Marcar como SPAM Thel
329 Seg, 21 de Outubro de 2013 07:54
Fz6
oq?? cg125 120km/h de 2?? só acredito vendo manno isso no plano?? rsrs agora minha factor dá 120km/h de 2 e eu mostro rsrs no plano viu cg 125 acompanha nao Exclamation
Marcar como SPAM Teste comprado
328 Sáb, 19 de Outubro de 2013 16:56
Thel
Tenho as duas motos e não sei como tão dizendo que a factor e mais economica que a Cg , não é , a factor é só boniteza realmente, e a Yamaha do Brasil não aprendeu ainda a fazer motos pequenas, na minha factor o cambio e duro , a moto não passa de 110 km/h minha cg 125 pega 120km/h de dois. Então é assim , moto para somente passear factor , moto para passear e trabalhar Cg 125 , vai por mim. Abraço a todos!
Marcar como SPAM Nao sabe o que fala
327 Qui, 26 de Setembro de 2013 20:58
Deus é amor
Oi querp só dizer que essa pessoa que escreveu isso, meu.deus do seu! e ainda vem dizer que os trabalhadores ( motoboys ) vao morrer na pobreza espiritual isso é coisa que se diga tenha um pouco de amor no coracao meu velho, obrigado galera! Xau
Marcar como SPAM Honda
326 Qui, 22 de Agosto de 2013 09:33
pedro hondeiro
Marcar como SPAM motos
325 Dom, 11 de Agosto de 2013 20:07
mauro
jâ tive factor cripton ybr são muito boas, mas na hora de comprar peças é muito mais caro que a honda dependendo da peça so na yamaha .
Marcar como SPAM motos
324 Dom, 11 de Agosto de 2013 20:05
mauro
jâ tive factor cripton ybr são muito boas, mas na hora de comprar peças é muito mais caro que a honda dependendo da peça so na yamaha .
Marcar como SPAM tenho uma FACTOR125 e acho melhor q a FAN150
323 Sáb, 20 de Julho de 2013 08:59
caveira
tenho uma factor 125 ano 2012 a moto é muito boa valente e com muito mais durabilidade e as peças de reposição e mais em conta tenho um amigo q compro uma factor no mesmo dia q eu ele já rodou 42 mil km e a factor continua a mesma moto

já tive uma fan 150 e não gostei parece q moto e fraca e sem resposta imediata

quem quer moto de verdade quer uma YAMAHA de verdade e a factor 125 é uma moto muito boa eu tenho, a honda é lixo
Marcar como SPAM cg
322 Sex, 19 de Julho de 2013 21:41
moi
axei que esse teste foi comprado, pois uso duasmotos dessas uma factor e uma fan, fan muito mais ligeira anda mais, factor parece q ta amarrada, mas a factor e mais economica e mais macia = confortavel.
mas nunka que a factor nada mais...
Marcar como SPAM cg
321 Sex, 19 de Julho de 2013 21:39
moi
axei que esse teste foi comprado, pois uso duasmotos dessas uma factor e uma fan, fan muito mais ligeira anda mais, factor parece q ta amarrada, mas a factor e mais economica e mais macia = confortavel.
mas nunka que a factor nada mais...
Marcar como SPAM tenho uma FAN 125 e acho melhor q a factor
320 Qui, 18 de Julho de 2013 21:02
m@no
tenho uma fan 125 ano 2012 a moto é muito boa valente e com muito mais durabilidade e as peças de reposição e mais em conta tenho um amigo q compro uma fan no mesmo dia q eu ele já rodou 42 mil km e a fan continua a mesma moto

já tive uma fector 2009 e não gostei parece q moto e fraca e sem resposta imediata

quem quer moto de verdade quer uma HONDA de verdade e a fan 125 ou a 150 são motos muito boa eu tenho as duas Yamaha e lixo
Marcar como SPAM xt600
319 Dom, 07 de Julho de 2013 17:37
cabeludo
Eu já tive uma cg125 e o meu irmão uma ybr,e observei alguns detalhes favorecendo a ybr como: motor com menor vibração,suspensão mais macia,o corta corrente que pra mim é essencial em uma moto, entre outras.depois comprei uma xt 600 que,atropela a falcom em todos os aspectos!.
Marcar como SPAM xt600
318 Dom, 07 de Julho de 2013 17:35
cabeludo
Eu já tive uma cg125 e o meu irmão uma ybr,e observei alguns detalhes favorecendo a ybr como: motor com menor vibração,suspensão mais macia,o corta corrente que pra mim é essencial em uma moto, entre outras.depois comprei uma xt 600 que,atropela a falcom em todos os aspectos!.
Marcar como SPAM Materia Frágil
317 Sáb, 06 de Julho de 2013 12:19
Paulo B
Independente da manutenção do propriétário, se vc for comparar, uma factor 125 e uma fan 125 de 2011 pra cá, observe qual lixo vai encontar, factor é uma lata
Marcar como SPAM duas porcarias eu digo porque tenho uma.
316 Sex, 28 de Junho de 2013 06:48
regiões
moto pra ser moto tem que ser de 400cc pra lá.quer um exemplo dá uma viajada numa falcon 400cc e vc ver uma boa moto de viajar,não essas duas porcarias que só serve pra ir ali na esquina comprar pão...
Marcar como SPAM resposta ao ::::sem mais::::: (((yamaha é paixão)))
315 Qui, 27 de Junho de 2013 19:43
nando souza
vc pensa que carro é tudo seu $%#$%$#!!!vamos marcar,pra vc falar mal em minha cara de quem anda de moto,é facil digitar uma mensagem seu $#%#$%#$!!....va ter uma aula de mecãnica pra entender melhor de moto,blzz???YAMAHA É PRA QUEM PODE E NÃO PRA QUEM QUER!!!!!!....
Marcar como SPAM Viagem de 2300km com factor
314 Qua, 19 de Junho de 2013 15:19
tchamaco
Viajei com minha esposa nas férias este mês para Santa Catarina,passei pelas serra do rio do rastro e a serra do corvo branco,mais algumas cidadezinhas bonitas que tem nesse estado depois voltei para o RGS num total de 2300km isso em 6 dias além do conforto para nós dois mais uns 20 quilo de bagagem a média total da viagem ficou em 40.64 por litro somando o peso total de 160 quilos e a topografia da estradas ficou melhor que o esperado,quem quiser uma moto valente e econômica compre sem medo de errar
Marcar como SPAM Economica
313 Dom, 26 de Maio de 2013 19:41
tchamaco
Como já comentei anteriormente,comprei a factor a pouco tempo,falei do conforto e estabilidade,agora venho dizer sobre economia,rodei 847 km em três viagens curtas para ir amaciando o motor e a media foi praticamente igual, 42,5 km por litro,até hoje e a moto mais econômica que eu tive.
Marcar como SPAM Vou comprar uma Factor para Trilha.
312 Dom, 26 de Maio de 2013 16:39
Extremo $ul (SP)
Parelheiros, estrada de terra, qual é melhor fan ou factor ?
sempre fui fã da "¥"
Página:0,1, 2, 3, 4, 5, 6, 7, 8, 9, 10, 11, 12, 13, 14, 15, 16,

Adicione seu comentário
(leia as regras)

Very HappySmileWinkSadSurprisedShockedConfusedCoolLaughingMadRazzEmbarrassedCrying or Very SadEvil or Very MadTwisted EvilRolling EyesExclamationQuestionIdeaArrowNeutralMr. GreenGeekUber GeekSMILEYS_KAKAKA_JJSMILEYS_RSRSRS_JJ
Apelido:
E-mail(verdadeiro):
Título:
Msg:
LAST_UPDATED2